Eventos

“A Coragem de Ser Imperfeito” é tema de Café com Conceito

A vulnerabilidade não é uma fraqueza, mas sim a melhor definição de coragem.
O raciocínio, contido no livro ‘A coragem de ser imperfeito’, da psicóloga e oradora celebridade do TED, Brené Brown, conduziu o tom do painel desta sexta-feira, 4, de mais uma rodada do Café com Conceito.
Sob responsabilidade da coordenadora de Recursos Humanos (RH) do Grupo Agros, Denise França, e da analista de RH, Elisiane Wall, a apresentação mostrou que, quando fugimos de emoções complicadas, como o medo e a vergonha, também nos fechamos ao amor, à aceitação e à criatividade. Por isso, Brené Brown propõe lidar com esses dois lados da moeda para se ter uma vida plena, algo que a Agros, ao estimular o trabalho em equipe e a formação de líderes – que podem e devem ousar – tem levado ao pé da letra há 35 anos.

Escassez
A apresentação também discutiu pontos importantes, que afetam carreiras e a vida particular das pessoas. Um deles, a escassez – entendida como a “sensação de nunca sermos, ou, termos o bastante” – que atua com três componentes: vergonha; comparação; e desmotivação. O oposto de viver em escassez não é cultivar o excesso; mas, sim, a plenitude. Em essência, a vulnerabilidade. Ou seja, enfrentar a dúvida, a exposição e os riscos emocionais com a certeza de que você é bom o bastante.

Derrubando mitos
Denise e Elisiane também trouxeram conceitos ‘destruidores’ de mitos. São eles:
Mito 1 – Vulnerabilidade é fraqueza
Mais conhecido e ‘aceito’ pela sociedade, assim como o mais perigoso. A vulnerabilidade não é algo bom ou ruim, ela é o centro de todas as emoções e sensações. Então, acreditar que a vulnerabilidade é fraqueza é a mesma coisa que acreditar que todos os sentimentos são fraquezas.

Mito 2 – Vulnerabilidade não é comigo
Experimentar ser vulnerável não é uma opção. A única escolha que temos é de como vamos reagir, assim que formos confrontados com a incerteza e exposição emocional. E, sim, ela é contigo, comigo, conosco, também!

Mito 3 – Vulnerabilidade é expor toda a minha vida
A vulnerabilidade baseia-se na reciprocidade e requer confiança e limites. É compartilhar sentimentos e experiências com pessoas que conquistaram o direito de conhecê-los.

Mito 4 – Eu me garanto sozinho
Se garantir sozinho é algo bastante reverenciado hoje em dia. Porém, a jornada da vulnerabilidade não foi feita para ser percorrida sem companhia. Todos precisam de apoio. Além disso, a coragem de enfrentar a vulnerabilidade encoraja aqueles que estão perto de você.

Liderança e mudança transformadora
Por fim, as painelistas trouxeram os seguintes recados:
• Líder é alguém que assume a responsabilidade de descobrir o potencial de pessoas e situações;
• A maioria das pessoas e empresas não consegue suportar a incerteza e os riscos da verdadeira inovação. As pessoas querem garantias;
• Sem feedback não pode haver mudança transformadora.

Newsletter

    Categorias

  • Dicas (11)
  • Eventos (38)
  • NOTÍCIAS (45)
  • Webinar (5)