Your address will show here +12 34 56 78
NOTÍCIAS
Na última segunda-feira, dia 20 de Abril, o Grupo Agros realizou um Webinar com a Consultor Márcia Barbieri, sobre “Os desafios da Gestão da Porteira para dentro”, e contou com a participação de mais de 60 pessoas, entre eles clientes e potenciais clientes do Grupo. Uma oportunidade de ampliar os conhecimentos na área de gestão, e desmistificar os desafios de uma gestão eficaz levando em consideração todos os fatores internos e externos que influenciam dentro de uma empresa e demonstrar na prática o que o serviço de Consultoria e Assessoria do Grupo Agros é capaz de oferecer às empresas do agro.

Esta palestra, que nesta oportunidade foi apresentada em forma de Webinar, já foi apresentada em diversas outras oportunidades, e sempre teve boa aceitação em todas elas, justamente por se tratar de um tema extremamente discutido dentro do agro, e pela abordagem que a Consultora Márcia utiliza em todas as suas apresentações, sempre atualizada e levando em consideração todos os fatores do cenário atual com que as apresentações são realizadas.



Também, no dia 22 de Abril, foi a vez da AGRO1 realizar o Webinar. Nesta oportunidade, Daniel Sygel (Coordenador Comercial) e Renato Sgarbi (Consultor de Implantação), apresentaram a Plataforma AQILA
Comentaram sobre a Plataforma, sobre seu uso dentro da lavoura e a importância que o AQILA tem nas empresas que foi implantado.

Os benefícios que o AQILA trouxe, com relação à gestão, economia de tempo e retrabalho, e refletindo diversas vezes, financeiramente. Apresentaram também, as principais funcionalidades do AQILA.

O Webinar, contou com mais de 50 clientes e potenciais clientes das principais regiões produtoras de grãos do Brasil.
0

NOTÍCIAS
Na última segunda-feira, dia 13 de Abril, o Grupo Agros realizou um Webinar com a Consultor Márcia Barbieri, sobre “Os desafios da Gestão da Porteira para dentro”, destinado aos colaboradores do Grupo Agros. Uma oportunidade de ampliar os conhecimentos na área de gestão, e desmistificar os desafios de uma gestão eficaz levando em consideração todos os fatores internos e externos que influenciam dentro de uma empresa.

Esta palestra, que nesta oportunidade foi apresentada em forma de Webinar, já foi apresentada em diversas outras oportunidades, e sempre teve boa aceitação em todas elas, justamente por se tratar de um tema extremamente discutido dentro do agro, e pela abordagem que a Consultora Márcia utiliza em todas as suas apresentações, sempre atualizada e levando em consideração todos os fatores do cenário atual com que as apresentações são realizadas.






0

NOTÍCIAS

Produtores rurais prejudicados pela crise do novo coronavírus e afetados pela estiagem em Santa Catarina e Rio Grande do Sul terão acesso a ações emergenciais de apoio econômico

O Conselho Monetário Nacional (CMN) oficializou nesta quinta-feira, 9, o pacote de ajuda econômica aos agricultores afetados pela pandemia do novo coronavírus e pela estiagem, principalmente no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. No fim da noite de quarta, 8, o Ministério da Agricultura conseguiu a aprovação do socorro ao agronegócio, que foram solicitadas há cerca de duas semanas ao Ministério da Economia.
Entre as ações aprovadas estão a prorrogação de dívidas de custeio e investimento e a criação de linhas de crédito emergenciais para integrantes do Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf) e do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor (Pronamp). Confira:


Para produtores rurais afetados pelo coronavírus:

Prorrogação das dívidas de custeio e investimento
Prorrogação das dívidas de custeio e investimento até o dia 15 de agosto de 2020. A medida vale para o vencimento das parcelas vencidas ou vincendas no período de 1º de janeiro de 2020 a 14 de agosto de 2020. Produtores rurais, agricultores familiares e suas cooperativas de produção agropecuária, cuja comercialização da produção tenha sido prejudicada pela Covid-19, também estão inclusos.


Linha de crédito emergencial para o Pronaf
Abertura de linha de crédito emergencial de custeio de até R$ 20 mil por pessoa para produtores do Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Sobre os encargos financeiros, a taxa de juros é de 4,6% ao ano com prazo de pagamento em até 36 meses, incluídos até 12 meses de carência. A data limite para contratação é 30 de junho de 2020.


Linha de crédito emergencial para o Pronamp
Abertura de linha de crédito emergencial de custeio de até R$ 40 mil por pessoa para produtores do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp). A taxa de juros é de 6% ao ano, com prazo de pagamento em até 36 meses, incluídos até 12 meses de carência. O agricultor tem a data limite de 30 de junho de 2020 para contratar o crédito.



Recursos para comercialização de cooperativas, cerealistas e agroindústrias 
Permite, até 30 de junho de 2020, a contratação do Financiamento para Garantia de Preços ao Produtor (FGPP). A medida amplia as possibilidades de recursos para comercialização da produção e garante que o produtor rural receberá pelo seu produto com valor não inferior ao preço mínimo.

O volume será de R$ 65 milhões, com taxa de juros de até 6% ao ano para as agroindústrias familiares e as cooperativas de agricultores familiares e de até 8% ao ano para os demais.


Para produtores afetados pela estiagem 

Renegociação das dívidas de custeio e investimento
Renegociação das parcelas das operações de crédito de custeio e de investimento vencidas ou vincendas de 1º de janeiro a 30 de dezembro de 2020, inclusive aquelas prorrogadas com autorização do Conselho Monetário Nacional (CMN), contratadas por produtores rurais e pelas cooperativas de produção que tiveram prejuízos em decorrência da seca em municípios com decretação de situação de emergência ou estado de calamidade pública no período de 1º de janeiro de 2020 até a data de publicação da resolução.
O prazo de reembolso para operações de custeio será de sete anos e, no caso de operações de custeio prorrogado e de investimento, o prazo será de até um ano após o vencimento do contrato vigente.

Crédito especial para o Pronaf
Estão autorizados a adquirir o crédito os produtores enquadrados no Pronaf que tiveram prejuízos com a seca em municípios com decretação de situação de emergência ou do estado de calamidade pública entre 1º e janeiro de 2020 até a data da publicação do pacote de ajuda, reconhecida pelo governo estadual. A contratação poderá ser efetuada até 30 de junho de 2020.

O financiamento será para operações de crédito de custeio agrícola e pecuário, podendo ser destinado até 40% do orçamento para manutenção do beneficiário e de sua família, para a aquisição de animais destinados à produção necessária à subsistência, compra de medicamentos, agasalhos, roupas e utilidades domésticas, construção ou reforma de instalações sanitárias e outros gastos indispensáveis ao bem-estar da família.

O limite de crédito será de até R$ 20 mil reais, com taxa de juros de 4,6% ao ano e prazo de reembolso de até 36 meses, com 12 meses de carência.

Crédito especial para o Pronamp

Assim como o Pronaf, os produtores enquadrados no Pronamp poderão adquirir o financiamento desde que tenham tido prejuízos com a seca em municípios com decretação de situação de emergência ou do estado de calamidade pública entre 1º e janeiro de 2020 até a data da publicação do pacote de ajuda, reconhecida pelo governo estadual. A contratação também poderá ser efetuada até 30 de junho de 2020.

O crédito será destinado ao custeio agrícola e pecuário, podendo ser destinado até 25% do orçamento para atendimento de pequenas despesas conceituadas como de investimento e manutenção do beneficiário e de sua família.

O limite de crédito será de até R$ 40 mil reais, com taxa de juros de 6% ao ano e prazo de reembolso de até 36 meses, com 12 meses de carência.

Crédito para capital de giro de cooperativas

Comtempla uma linha de financiamento para o capital de giro de cooperativas agropecuárias cujos associados tenham sofrido perdas de renda em decorrência de seca em municípios com decretação de situação de emergência ou do estado de calamidade pública entre 1º e janeiro de 2020 até a data da publicação do pacote de ajuda, reconhecida pelo governo estadual.

O limite será de até R$ 65 milhões por cooperativa e R$ 40 mil por associado. As taxas de juros serão de 6% ao ano ou 8% ao ano, com prazo de reembolso de até 48 meses, incluídos 12 meses de carência.

O repasse deverá ser de até 100% do montante devido pelos associados em decorrência de débitos vencidos e vincendos entre 1º de janeiro de 2020 e 30de dezembro de 2020, desde que contraídos junto à cooperativa para aquisição de insumos para utilização na safra 2019/2020.

Fonte: Canal Rural

0

NOTÍCIAS

Milho: produtor do RS quebra tradição familiar e se torna sementeiro de sucesso

Estreia da nova temporada do Mais Milho vai à região gaúcha das Missões para mostrar a história de Valdinei Donato, da Cambaí Sementes, que investiu em sementes e na profissionalização da atividade.



Estreou dia 21 de Março, a nova temporada do projeto Mais Milho, do Canal Rural, destacando histórias de produtores que estão fazendo a diferença quando o assunto é rentabilidade.

A primeira parada dos apresentadores Glauber Silveira e João Bosco do Canal Rural, é em São Luiz Gonzaga, na região das Missões no Rio Grande do Sul, para conhecer o trabalho de Valdinei Donato.

O grande diferencial desse produtor foi a decisão de mudar uma tradição familiar e investir em sementes de milho. A partir daí, ele se profissionalizou, inclusive com a comercialização do produto, passou a ter mais rentabilidade e se transformou em um dos grandes sementeiros do estado.

0

NOTÍCIAS

A entrega do Livro Caixa Digital do Produtor Rural foi adiada para 30 de Junho de 2020!! 

Devido as restrições e orientações devido ao Coronavírus, a Receita Federal tomou esta decisão para produtores, contadores organizarem suas atividades e informações.

O produtor rural que obteve receita bruta total de atividade superior à R$ 7,2 milhões em  2019, é obrigado a se adequar às diretrizes do Livro Caixa Digital do Produtor Rural.



Já para o exercício de 2020, será obrigado a entregar o LCDPR, produtores rurais que obterem receita bruta total superior a  R$ 4,8 milhões.

Com o LCDPR, o produtor informa à Receita Federal dados sobre receitas, despesas, investimentos e outros valores referentes às suas atividades rurais.

Como o LCDPR é uma obrigatoriedade recente,os procedimentos, normas, regras ainda geram muitas dúvidas nos produtores rurais.

Por este motivo, preparamos um e-book com as principais dúvidas e respostas sobre o Livro Caixa Digital do Produtor Rural


Cliquei AQUI e baixe nosso MANUAL DO LCDPR

 

0

NOTÍCIAS

No mês em que se comemora o dia da Mulher, o Grupo Agros trouxe no dia 11 de Março, para a empresa uma palestra com o tema “Os desafios da Mulher na Contemporaneidade”, regida pela Psicóloga Angélica Paula Neumann.

Angélica é Psicóloga pela URI – Erechim. Mestre e Doutora em Psicologia pela UFRGS, possui Formação Plena em Psicoterapia Relacional Sistêmica pelo Instituto Familiare/Florianópolis. Atua como professora e pesquisadora na URI – Erechim e como psicóloga clínica em consultório particular.

A palestra abordou temas como a luta pela conquista dos direitos da mulher, os padrões que ainda são impostos pela sociedade atual e como desconstruí-los e as dificuldades que estes mesmos padrões trazem para as mulheres na contemporaneidade.

Angélica, recepcionista do Grupo Agros, destaca que “a palestra foi muito importante para relembrar a nossa importância e a trajetória da conquista de nossos direitos perante a sociedade, o quanto ainda temos a conquistar. Lembrar que somos especiais não apenas por ter o dom de dar a vida, mas sim pelo papel que desempenhamos em nosso trabalho, nossa casa, independentemente de onde for sempre entregamos tudo com excelência e amor”.

Patrícia, colaboradora da AGRO1 (uma das empresas do Grupo Agros), relata que “a experiência foi incrível, poder compartilhar e receber sentimentos e pensamentos de mulheres fantásticas. Cada uma podendo expor sua visão sobre o momento atual que nós, mulheres, estamos vivendo, possibilitando uma conversa aberta e com boas risadas, mas principalmente, nos mostrando que não estamos sozinhas.”

 

 

0

NOTÍCIAS
Diante dos casos de Covid-19 relatados no Brasil, estamos comunicando algumas medidas de segurança para a proteção dos colaboradores, parceiros e clientes com a intenção de prevenir o aumento do contágio do novo coronavírus, válidas à partir do dia 23 de Março de 2020.

Trabalhos antes realizados de forma presencial nos clientes, clientes potenciais e parceiros, como treinamentos, consultorias de implantação, prospecções e negociações passarão a ser desenvolvidos remotamente, através de ferramentas sugeridas pela empresa.

Estamos organizados para que as atividades da empresa continuem normalmente, adotando as melhores práticas para garantir um ambiente seguro a todos, seguindo as melhores orientações, sem causar maiores danos ou prejuízos aos atendimentos.

A direção está autorizando o home office para colaboradores com condições de trabalhar de forma remota, reduzindo o número de profissionais transitando em áreas da empresa e ampliando a distância entre as estações de trabalho daqueles que permanecerão no mesmo ambiente.

Reforçamos que tais medidas não prejudicam a eficiência dos nossos trabalhos e que clientes e usuários poderão contar com nossa máxima disponibilidade de atendimento e suporte nesse período.

A decisão tomada visa o bem-estar comum e segue as recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde, sendo assim, as medidas serão mantidas até o dia 12/04/2020 e poderão ser prorrogadas ou reduzidas conforme a progressão ou retrocesso do vírus no Brasil.

Atenciosamente
Direção
0

NOTÍCIAS
O Grupo Agros (Consultoria e Assessoria) e a AGRO1 – Tecnologia da Informação estarão presentes na Expodireto 2020, uma das maiores feiras do agronegócio internacional, que se realiza em Não-Me-Toque, no Rio Grande do Sul, entre os dias 2 e 6 de março.
Na ocasião, dirigentes e técnicos da empresa estarão à disposição de clientes, amigos e do público em geral no tradicional estande do Pavilhão 1, ao lado da praça de alimentação – onde será possível troca de experiências e o encaminhamento de negócios. Durante a Feira, a Agros também será responsável por uma das palestras do Fórum do Trigo da Expodireto.

Saiba mais

O Grupo Agros participou de todas as 21 edições anteriores da Expodireto. Focada em tecnologia e negócios, a feira contribui para o desenvolvimento do setor como um todo.
O principal objetivo do evento é aproximar o produtor do conhecimento, das informações, da tecnologia consagrada e sacramentada nos órgãos de pesquisa ou nas empresas privadas, de ótimas oportunidades de negócios e também de importantes debates ligados ao meio rural.
0

NOTÍCIAS


OBRIGATORIEDADE DE NF-E PARA PRODUTORES


Em função da solicitação de diferentes entidades, informamos que a Obrigatoriedade da Nota Fiscal Eletrônica para produtor rural prevista para 01/03/2020 está sendo prorrogada para 01/01/2021, com alteração do valor de seleção.
A nova definição é a seguinte: 
– Estarão obrigados à Nota Fiscal Eletrônica, a partir de 01/01/2021, os estabelecimentos de produtor com Valor Adicionado em 2017 superior a R$ 4,8 milhões.

0

NOTÍCIAS
Prazos para início da obrigatoriedade de emissão da Nota Fiscal Eletrônica por produtores rurais

No Diário Oficial do Estado do dia 4 de novembro, foi publicado o Decreto nº 54.849, que estabelece novos prazos para o início da obrigatoriedade de emissão da Nota Fiscal Eletrônica por produtores rurais.

Os novos prazos são:

– A partir de 1º de março de 2020, nas operações realizadas por estabelecimentos de produtor rural que tiveram valor adicionado, calculado conforme instruções baixadas pela Receita Estadual, superior a R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) no ano-base de 2017;

– A partir de 1º de janeiro de 2021, em todas as operações efetuadas por produtor rural.






Destacamos que esta norma não altera as situações em que já é obrigatória a emissão de Nota Fiscal Eletrônica, que são:

a) Exportação,
b) Venda para fora do Estado realizada por produtor rural;
c) Venda de arroz em casca para fora do Estado realizada por microprodutor;
d) Vendas internas de arroz em casca realizada por produtor rural;
e) Produtor rural com CNPJ;
f) Operações destinadas à Administração Pública direta ou indireta, inclusive empresa pública e sociedade de economia mista, de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

Informamos que a Receita Estadual disponibilizou no seu site para consulta a relação das IE de produtores rurais que estarão obrigados a emitir a NF-e a partir de 1º de março de 2020 em função de valor adicionado acima de R$ 1.000.000,00.

Alertamos que pode ocorrer que, dentro dessa relação, haja IE que já esteja obrigada a emitir NF-e por outro motivo, como, por exemplo, IE que possui CNPJ.

Para acessar a consulta: https://receita.fazenda.rs.gov.br/lista/3630/consultas

Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail do Seprim: seprim@sefaz.rs.gov.br.

Seção de Coordenação da Produção Primária Divisão de Promoção e Educação Tributária Receita Estadual
0

PREVIOUS POSTSPage 1 of 3NO NEW POSTS
× Converse com a equipe comercial